Chuvas fortes e vendavais mantêm a Defesa Civil em alerta em Santa Catarina

O Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd), da Defesa Civil de Santa Catarina, monitora todas as ocorrências de enxurradas, chuvas e ventos nas regiões afetadas pelas condições climáticas nessas quinta e sexta-feira, dias 30 e 31. Nesse período, equipes da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Corpo de Bombeiros Militar e Celesc atuam em situações específicas para remoção de bloqueios de vias públicas e de galhos sobre a rede elétrica.

Ocorrência em Criciúma / Foto: Divulgação/ CBMSC

Desde a manhã desta sexta-feira, 31, o ponto principal ponto de atenção é o Vale do Itajaí, devido à elevação dos rios. As barragens da Defesa Civil estão em operação. A barragem sul (Ituporanga) está com as cinco comportas fechadas e 43% do lago está ocupado. A barragem oeste (Taió), também está com as sete comportas fechadas e com o reservatório em 30% da capacidade. A barragem norte (José Boiteux) não foi acionada.

Só na região Oeste, o Corpo de Bombeiros Militar atendeu a mais de 135 ocorrências por causa das mudanças climáticas, nessas quinta e sexta-feira. Caso a situação se agrave, há 14 forças-tarefas de prontidão, que são equipes constituídas de dez bombeiros militares, com cursos operacionais voltados a busca e resgate em situações extraordinárias. Elas são empregadas quando a capacidade de atendimento local é ultrapassada em virtude de um evento crítico, ou de um desastre de origem tecnológica ou natural.

Ocorrência em São Miguel do Oeste / Foto: Divulgação/ CBMSC

A Defesa Civil também monitora áreas com risco de deslizamento em Rancho Queimado.

Entre essas quinta sexta-feira, as principais ocorrências foram registradas nos municípios abaixo:

Agronômica

Inundação

Ascurra

Inundação

Bandeirante

Chuvas intensas e vento

Bela Vista do Toldo

Chuvas intensas

Blumenau

Chuvas intensas

Bom Retiro

Chuvas intensas

Caçador

Inundação

Canoinhas

Enxurrada

Capinzal

Chuvas intensas / Deslizamento

Entre Rios

Chuvas intensas

Faxinal dos 
Guedes

Chuvas intensas

Forquilhinha

Inundação

Garuva

Granizo

Gaspar

Chuvas intensas

Imbituba

Deslizamento

Irani

Chuvas intensas

Irineópolis

Chuvas intensas

Jardinópolis

Chuvas intensas

Joinville

Chuvas intensas

Lauro Müller

Chuvas intensas

Lontras

Inundação

Mafra

Chuvas intensas e vento

Major Vieira

Inundação

Morro da Fumaça

Inundação

Nova Trento

Chuvas intensas

Orleans

Enxurrada

Palmitos

Inundação

Paraíso

Chuvas intensas, vento e granizo

Passos Maia

Chuvas intensas

Peritiba

Chuvas intensas

Ponte Serrada

Chuvas intensas

Porto União

Chuvas intensas e granizo

Rio do Sul

Inundação

Rio Negrinho

Chuvas intensas

São Bento do Sul

Deslizamento

São Miguel do 
Oeste

Ventos de até 130km

Sombrio

Deslizamento

Timbé do Sul

Chuvas intensas

Timbó

Chuvas intensas

Turvo

Chuvas intensas

Xanxerê

Chuvas intensas

Em Jaguaruna, Secretaria de Estado da Infraestrutura e a Prefeitura firmaram uma parceria com três empresas mineradoras da região Sul do Estado e já deram início aos trabalhos de recuperação da ponte do município. O tráfego na ponte deverá ser reestabelecido até o fim de semana e os serviços de acabamento de recuperação da estrutura serão realizados ao longo da próxima semana.

Aulas suspensas pelo Estado

A Secretaria de Estado da Educação comunicou que 48 escolas estaduais estão com as aulas suspensas nesta sexta-feira, 3. Somadas, elas têm aproximadamente 21,3 mil alunos. O retorno das aulas está previsto para segunda-feira, 3. A reposição das aulas está garantida para cumprimento dos 200 dias letivos previstos em lei. O principal motivo da suspensão é devido à locomoção dos estudantes, que por causa das chuvas não conseguem chegar às unidades.

As suspensões atingem escolas das regionais de Brusque (duas escolas), Campos Novos (duas), Grande Florianópolis (duas), Ituporanga (uma), Jaraguá do Sul (duas), Joaçaba (uma), Lages (uma), Laguna (14), Mafra (duas), São Bento do Sul (13) Tubarão (seis) e Xanxerê (duas).

Energia elétrica

A Celesc entrou em atuação com suas equipes de atendimento emergencial, com reforço operacional abrangendo todas as regiões atingidas. Inicialmente foram atendidas as ocorrências que envolvem segurança no sistema, isolando os trechos faltosos e recompondo o máximo de unidades consumidoras possível.

Às 11h desta sexta-feira, a condição do sistema elétrico e do abastecimento em todo Estado apresentava um pouco menos de 5 mil unidades consumidoras sem energia, com os trabalhos de emergência após o temporal concentrados nas regiões Oeste, além do Planalto Norte e Serrano - mais atingidas que ainda apresentavam consumidores em atendimento.

Fornecimento de água

A Casan também trabalha para manter o fornecimento de água em Santa Catarina. A companha relata ocorrências de motores de bombeamento submersos ou o sistemas de tratamento comprometidos pela alta turbidez e quedas de energia provocadas pelos ventos. A Casan disponibiliza informações em tempo real para cada município pela internet (acesse aqui). Em algumas cidades, o fornecimento teve de ser interrompido por algumas horas ou turnos, até que a água dos rios perca um pouco de força.

Telefones de emergência

Corpo de Bombeiros Militar: 193
Defesa Civil: 199
Celesc: 0800 48 0196
Casan: 0800 643 0195

 

 


fonte:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina

Saúde & Bem Estar

More Articles

Curiosidades da história

More Articles

Tecnologia

More Articles