FUMTRAN alerta motociclistas sobre uso dos faróis

O Fundo Municipal de Trânsito alerta os motociclistas que andam com o farol desligado durante o dia em Balneário Camboriú.

O parágrafo único do artigo 40 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina que os motociclistas devem manter o farol ligado sempre, de dia ou de noite. Andar de faróis desligados é infração gravíssima e acarreta sete pontos na CNH e multa de R$ 293,47, sendo passível de recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir. Além das penalidades, a pedagoga do FUMTRAN, Karine Winter explica que a prática pode colocar em risco o motociclista.

“Moto é um veículo de duas rodas, de pequeno porte e extremamente ágil. Então, ver e ser visto, é fundamental para a segurança de todos” disse a pedagoga. Em diversas situações no trânsito, a moto acaba ficando escondida atrás da coluna direita dos automóveis, nos chamados pontos cegos. E é através da luz do farol dianteiro que o motorista de outros veículos podem identificar a aproximação da motocicleta.

Karine, ainda chama a atenção para que neste início de ano letivo, quando muitos pais ou responsáveis transportam as crianças para as escolas, é importante lembrar que só podem andar na garupa da moto, crianças maiores de sete anos de idade, desde que alcancem os pés nos pedais de apoio. Caso a criança já tenha a idade adequada, mas não consiga apoiar os pés nos pedais, não deve ser transportada na motocicleta. Além disso, a criança deve usar capacete adequado.

Utilizar os equipamentos de maneira correta também garante a segurança do motociclista e do passageiro. Usar capacete proporcional ao tamanho da cabeça e bem afivelado, sapatos fechados e roupas claras para a melhor visualização dos passageiros do veículo são algumas das ações indicadas.

 

 

 

 


FUMTRAN
Diretoria de Comunicação
Jornalista: Ricardo de Oliveira
Foto: Comunicação PMBC