Condenado grupo por tráfico drogas no Alto Vale do Itajaí

O grupo foi investigado pela Promotoria de Justiça de Presidente Getúlio com apoio do GAECO e das agências de inteligências da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Quatro integrantes da associação criminosa receberam penas entre 10 e 14 anos de prisão, todos em regime inicial fechado.
Quatro integrantes de uma associação criminosa que atuava no tráfico de drogas no Alto Vale do Itajaí, denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), foram condenados a penas de 10 a 14 anos de prisão.

A denúncia contra o grupo foi apresentada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Presidente Getúlio, a partir de investigações realizadas com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e das agências de inteligências da Polícia Militar e da Polícia Civil.

A operação que desmantelou a associação criminosa que agia no Alto Vale do Itajaí, a partir de Presidente Getúlio, foi deflagrada em junho de 2019, quando foram cumpridos mandados de prisão preventiva, expedidos pela Justiça a pedido da Promotoria de Justiça de Presidente Getúlio.

De acordo com o Promotor de Justiça Eliatar Silva Junior, a investigação de tráfico e associação para o tráfico foi uma continuidade da operação anterior, conduzida pelo GAECO, que deu cumprimento a 28 mandados de prisão e visou coibir o comércio ilícito de drogas na cidade de Presidente Getúlio.

Conforme requerido pelo Ministério Público, o Juiz da Comarca de Presidente Getúlio condenou os réus pela prática dos crimes de associação para o tráfico e tráfico de drogas. A decisão é passível de recurso. (Ação Penal n. 0900040-15.2019.8.24.0141)

Veja os réus, os crimes e a pena de cada um

· Elisângela Schissel Ferreira - associação para o tráfico e tráfico de drogas - 13 anos e 5 meses de reclusão, em regime inicial fechado.

· Rodrigo Pereira do Nascimento - associação para o tráfico e tráfico de drogas - 12 anos e 5 meses de reclusão, em regime inicial fechado.

· Hemanuel Pedro Puhl Bilk - associação para o tráfico e tráfico de drogas - 14 anos de reclusão, em regime inicial fechado.

· Gabriel Welter Rypchinski - associação para o tráfico e tráfico de drogas - 10 anos e 4 meses de reclusão, em regime inicial fechado.

VEJA A SENTENÇA

 

 

 


fonte: MPSC

Saúde & Bem Estar

More Articles

Curiosidades da história

More Articles

Tecnologia

More Articles