EMPREITEIRAS COMEÇAM RECONSTRUÇÃO DA PRAIA DO GRAVATÁ

A Defesa Civil do município esclarece que esta obra é emergencial e imprescindível para impedir o avanço do mar e, proteger partes da via pública e edificações localizadas próximas à beira-mar.


A Prefeitura de Navegantes concluiu os trabalhos de limpeza, retirada de materiais e reforço da infraestrutura básica na orla da Praia de Gravatá e agora os trabalhos ficam por conta das duas empreiteiras que venceram o processo licitatório para reconstrução dos estragos causados pelas fortes ressacas.

Entre os trabalhos que vão ser executados estão o enrocamento com pedras; reforma dos deques de madeira tratada; instalação de novas rampas de acesso à praia, ciclovia e recolocação do paver. A previsão é que a obra seja concluída em abril de 2018.

De acordo com a Secretaria Municipal de Governo, a obra, licitada em de R$ 1.416.100,45, está sendo realizada conforme o laudo da Defesa Civil e projeto aprovado junto ao Ministério da Integração Nacional e Secretaria Nacional de Defesa Civil. “É bom esclarecer que esta obra se refere aos estragos ocorridos no final do ano passado e tem por finalidade a reconstrução do cenário atingido, que compreende o trecho entre a Rua Francisco Schimdt até o portal turístico na divisa com o município de Penha. A previsão é que a obra seja concluída em abril de 2018”, informa o secretário Cassiano Weiss.

Já a Defesa Civil do município esclarece que esta obra é emergencial e imprescindível para impedir o avanço do mar e, proteger partes da via pública e edificações localizadas próximas à beira-mar.

Situação de Emergência

Vale destacar que foi homologado no Diário Oficial do Estado (DOE), do dia 27 de outubro, um novo Decreto de Situação de Emergência sobre os danos ocorridos em setembro deste ano, que comprometeu outros pontos da praia, colocando em risco as estruturas do deck e da ciclovia, rampas de acesso, avenida, postos salva-vidas e iluminação pública de um trecho da beira-mar.

“Vamos iniciar em breve a construção de um molhe no Gravatá e já estamos trabalhando na elaboração de um projeto que seja viável e buscando o apoio necessário para a captação de recursos, para podermos realizar o engordamento da praia e recomposição das dunas”, enfatiza o secretário.

 

 

 

 


fonte: Secretaria de Comunicação
DEFESA CIVIL
Texto: Fernando C. de Souza – SC 00980 JP
Secretária de Comunicação Social: Maria Flor