Brasil estreia contra a Alemanha no Mundial de Handebol Feminino

Seleção vai em busca do segundo título em competição no Japão


Já classificada para a Olimpíada de Tóquio 2020, a seleção brasileira feminina de handebol estreia na madrugada deste sábado (30) no Mundial de Kumamoto, no Japão. Campeãs em 2013, as brasileiras vão em busca do segundo título, mas não terão vida fácil. O Brasil entra em quadra amanhã, às 3h (horário de Brasília) contra a Alemanha pelo grupo B.

A chave é uma das mais difíceis, por reunir cinco seleções campeãs do mundo. Além de Brasil e Alemanha,vencedora em 2017, o grupo B tem a França, atual detentora do título, a Dinamarca que venceu em 2017 e a Coreia do Sul, que levantou a taça em 1995, além da Austrália que briga pelo título inédito. Não está prevista a transmissão do Mundial para o Brasil, mas algumas partidas poderão ser acompanhadas ao vivo no canal do Youtube da Federação Internacional de Handebol (IHF).

Hexacampeã no Pan-Americano de Lima este ano, triunfo que assegurou ao Brasil a vaga em Tóquio 2020, a seleção verde e amarela passa por uma renovação. A equipe, comandada pelo técnico espanhol Jorge Dueñas, conta apenas duas atletas remanescentes do time vitorioso de 2013: a armadora Eduarda Amorim e a ponta Alexandra Nascimento, ambas eleitas as melhores jogadoras do mundo em 2012 e 2014.

Para avançar na disputa, o Brasil precisa se classificar entre os três primeiros colocados da chave. Após a Alemanha, as brasileiras enfrentam as francesas, na madrugada de domingo (1º de dezembro), às 3h. Em seguida, encaram as sul-coreanas às 3h de terça-feira (3); depois as dinamarquesas na quarta-feira (4), às 8h30; e por fim as australianas, na sexta (6), às 3h.

Confira agora o elenco completo:

Goleiras: Bárbara Arenhart (Vaci Noi Kezilabda/HUN), Gabriela Moreschi (Fleury Loiret/FRA) e Renata Arruda (Bera Bera/ESP).

Pontas: Adriana de Castro (Bera Bera/ESP), Ana Cláudia Bolzan (Esporte Clube Pinheiros/BRA), Alexandra Nascimento (Érd HC/HUN), Larissa Araújo (CSU Cluj Napoca/ROM) e Mariana Costa (CS Gloria Bistrit Nasaud/ROM);

Centrais: Ana Paula Belo (Rostov/RUS), Bruna de Paula (Fleury Loiret/FRA) e Patrícia Machado (MKS Zaglebie Lubin/POL);

Armadoras: Deonise Fachinello (Bourg de Péage/FRA), Eduarda Amorim (Gyori Audi Eto KC/HUN), Jaqueline Anastácio (Magura Cisnadie/ROM) e Samara Vieira (SCM Ramnicu Valcea/ROM);

Pivôs: Isaura Menin (Rincón Fertilidad Malaga/ESP) e Tamires Araújo (HC Dunãrea Brãila/ROM).

 

 

 

 

 


fonte: Por Claudia Soares Rodrigues - Jornalista da TV Brasil Rio de Janeiro
Edição: Guilheme Neto

Saúde & Bem Estar

More Articles

Tecnologia

More Articles