Brasil conquista mais dois bronzes na Copa do Mundo de Halterofilismo paralímpico na Nigéria

Ailton Souza e Mariana D'Andrea subiram ao pódio e, com isso, o país já soma um ouro, três pratas e dois bronzes na competição que vale pontos para o ranking de classificação para Tóquio 2020

O Brasil já faturou medalhas de todas as cores na Copa do Mundo de Halterofilismo da Nigéira. Foto: Powerlifiting

A Seleção Brasileira de halterofilismo paralímpico conquistou, nesta quinta-feira (06.02), mais duas medalhas na Copa do Mundo, disputada em Abuja, na Nigéria. Ailton Souza, da categoria até 80 kg, e Mariana D'Andrea (até 73 kg) faturaram, cada um, uma medalha de bronze. A equipe do Brasil soma, agora, seis medalhas na competição: um ouro, três pratas e dois bronzes. A competição é organizada pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês) e as marcas obtidas são validadas para o ranking de classificação para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

Ailton Souza chegou ao bronze ao erguer 189kg em sua terceira tentativa. O egípcio Mohamed Elelfat ficou no lugar mais alto do pódio, com 211 kg, e o nigeriano Ikechukwu Obichukwu, com 200kg, garantiu a prata. O paraibano teve paralisia infantil no momento de seu nascimento, após um erro médico e a aplicação de benzetacil no nervo ciático, que atrofiou sua perna esquerda.

Já Mariana D'Andrea faturou o bronze ao erguer 124 kg. A prata ficou com a egípcia Amal Mahmoud (125 kg) e o ouro com a nigeriana Paulina Okpala (132 kg). A paulista de Itu, em 2019, já ocupava a terceira posição no ranking classificatório para Tóquio 2020 na categoria até 69kg. Agora, ela compete com atletas até 73kg para também registrar marcas nesta divisão de peso visando aos Jogos.

Na quarta-feira (05.02), o Brasil já tinha faturado quatro medalhas. João Maria Júnior brilhou e levou o ouro na categoria até 49kg. Lara Aparecida (até 41kg) e Bruno Carra (até 54kg) conquistaram a prata. Lara também faturou a medalha de prata na divisão júnior (para atletas com até 20 anos).

Ao todo, 183 levantadores, de 21 países, participam da Copa do Mundo. O Brasil conta com oito atletas na Nigéria: Ailton Souza (até 80kg), Bruno Carra (até 54kg), Evanio Rodrigues (até 88kg), João Maria Júnior (até 49kg), Lara Lima (até 41kg), Mariana D'Andrea (até 73kg), Mateus de Assis (até 107kg) e Tayana Medeiros (até 86kg).

A próxima parada da Copa do Mundo será em Manchester, de 20 a 23 de fevereiro. Depois, a Tailândia sediará sua primeira competição internacional de levantamento de peso na cidade de Nakhon Ratchasima, entre 24 e 26 de fevereiro.

Os melhores levantadores de força das Américas se reunirão em Bogotá, Colômbia, para a penúltima Copa do Mundo, de 19 a 22 de março. Já Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, fecha a temporada com a sua etapa, entre 14 e 20 de abril.

 

 

 

 


Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro

Saúde & Bem Estar

More Articles

Tecnologia

More Articles