Caio Henrique admite que escassez de vitórias em clássicos incomoda

Fluminense ainda não venceu times cariocas no Brasileiro 2019


Apenas uma vitória em 10 clássicos disputados em 2019. Incomoda? Para Caio Henrique, sim. Em entrevista coletiva realizada nesta quinta (3) o lateral-esquerdo do Fluminense admitiu a pressão para derrotar o Botafogo no próximo domingo. O tricolor tenta vencer o primeiro confronto com times cariocas na edição 2019 do Campeonato Brasileiro. Até aqui foram duas derrotas (para Botafogo e Vasco) e um empate (Flamengo).

“Incomoda muito. Sabemos que os clássicos são importantíssimos para nós, para a torcida. Esse ano nossos resultados são ruins. Estamos trabalhando para reverter isso. Temos a oportunidade contra o Botafogo. Tem tudo para ser um grande jogo, temos que aproveitar nossas oportunidades para conseguir os três pontos”, disse o jogador.

Jogo sob pressão
Com 22 pontos, o Fluminense é a primeira equipe fora da zona do rebaixamento. Uma vitória diante do Botafogo ajudaria a manter o clima de paz no tricolor, e pode afundar o rival na crise. Torcedores alvinegros invadiram o treino do Botafogo na última quarta e pressionaram ainda mais o time.

A situação vivida pelo adversário não é novidade no Fluminense. Na semana anterior, torcedores tricolores derrubaram parte do muro do CT tricolor para fazer cobranças aos jogadores.

O elenco do Fluminense vem sofrendo muitas críticas no Brasileirão, mas Caio Henrique é um dos poucos preservados. Originalmente volante, começou a atuar na lateral-esquerda em 2019. Mesmo caindo de rendimento junto com o restante do grupo, foi convocado para a seleção brasileira sub-23 e fez o gol da vitória sobre o Grêmio, na rodada anterior. Durante a partida contra o time gaúcho, Marcão promoveu a estreia de Orinho na lateral-esquerda e deslocou Caio Henrique para o meio de campo. Caio não se incomodou com mudança de função: “Dentro do futebol de hoje, o jogador que consegue exercer mais de uma função é importantíssimo, até pelo calendário que temos. Sempre há lesões, suspensões, então podendo fazer a lateral ou o meio-campo, é importante. Claro que ser convocado para a seleção é o sonho de todos. Então, se for para jogar na lateral ou no meio, estarei sempre à disposição”.

Convocação
Caio Henrique foi convocado para defender a seleção sub-23 nos amistosos contra Venezuela e Japão, que serão disputados nos dias 10 e 14 de outubro em Recife. Apesar de, inicialmente, ter comemorado a convocação do lateral-esquerdo e do meio-campista Allan, o Fluminense pensa na liberação dos jogadores. O tricolor entra em campo no dia 12 de outubro contra o Bahia e cinco dias depois contra o Athletico-PR. As duas partidas serão no Maracanã.

Sem saber se vai defender o clube ou a seleção, Caio Henrique prefere deixar a decisão nas mãos da diretoria: “Acho que o presidente está defendendo os interesses do clube, isso é normal. Tenho a cabeça tranquila. Se for para ficar no Fluminense, vou tentar ajudar, se for para ir para a seleção, vou dar meu máximo também. Estou bem tranquilo quanto a isso”.

Você acompanha Botafogo e Fluminense neste domingo a partir das 15h30 na Rádio Nacional (1.130 AM).

 

 

 


fonte: Por Maurício Costa - Repórter da Rádio Nacional Rio de Janeiro
Edição: Fábio Lisboa

Esportes

More Articles

Saúde & Bem Estar

More Articles

Tecnologia

More Articles