Empate com o Uruguai transforma jogo contra a Argentina em final

Seleção fica no 1 x 1, soma dois pontos em dois jogos e decide a vaga em Tóquio contra os principais rivais do continente, que já estão classificados, no domingo

A Seleção entrou em campo na noite desta quinta-feira (06.02) para o segundo compromisso no quadrangular final do Torneio Pré-Olímpico. No Estádio Alfonso Gomez, em Bucaramanga (COL), o Brasil empatou em 1 x 1 com o Uruguai, com gol de Pedrinho aos 39 do primeiro tempo. Com o resultado, a Canarinho soma o segundo ponto no quadrangular final e ocupa a vice-liderança. Na partida anterior, a equipe nacional empatou com a Colômbia.

O terceiro e último jogo da Seleção Brasileira no quadrangular do Pré-Olímpico será no próximo domingo (9), a partir das 22h30, novamente no Estádio Alfonso Lopez, contra a Argentina. Com a vitória por 2 x 1 em cima da Colômbia nesta quinta, os argentinos chegaram a seis pontos e garantiram o título do torneio e uma das duas vagas olímpicas com uma rodada de antecedência. Nesta fase da competição, todas as equipes duelam entre si e as duas seleções com mais pontos se garantem nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O jogo

Primeiro tempo equilibrado entre Brasil e Uruguai em Bucaramanga. A primeira boa chegada da Seleção Canarinho foi aos nove minutos, em chute forte de Matheus Henrique de fora da área. Depois, aos 30, Antony cruzou pela direita, Matheus Cunha se esticou todo para finalizar, mas a bola saiu pela meta. Contudo, quando o Brasil era melhor em campo, os uruguaios acabaram surpreendendo. Aos 34, Urgate arriscou de fora da área e abriu o placar do jogo. A Canarinho não se abateu, e foi em busca do empate antes do intervalo. Aos 39, Iago cruzou na medida para Pedrinho cabecear e contar com falha do goleiro Arrubarrena para igualar o marcador.

A Seleção voltou para a etapa final e assustou logo de cara: aos quatro, Bruno Guimarães soltou uma bomba da intermediária e só parou na defesa de Arruabarrena. Logo depois, aos 13, Matheus Cunha pegou sobra na entrada da área, ajeitou na canhota e bateu cruzado. Mas o goleiro do Uruguai segurou em dois tempos. Insistente, o Brasil seguiu pressionando: na marca dos 30, Antony acertou belo cruzamento de esquerda, Matheus Cunha ocupou bem o espaço e cabeceou para o chão, porém Arruabarrena apareceu outra vez no caminho brasileiro.

Na blitz total verde e amarela, Pepê cobrou escanteio aos 43, Matheus Cunha cabeceou e Arruabarrena ficou com a bola. No minuto seguinte, Pepê e Reinier fizeram boa tabela, mas o jogador do Grêmio não conseguiu finalizar. O Uruguai, por sua vez, assustou no minuto 45: Arezo recebeu livre pela direita, só que Ivan saiu do gol e salvou a Pátria. Nos acréscimos, o Brasil ainda teve uma última chance em cobrança de escanteio, mas a defesa uruguaia tirou a bola e o árbitro apontou o fim da partida.

BRASIL: Ivan; Guga, Nino, Bruno Fuchs e Iago; Bruno Guimarães, Matheus Henrique (Igor Gomes) e Pedrinho (Pepê); Antony, Paulinho (Reinier) e Matheus Cunha - Técnico: André Jardine

 

 

 

Fonte: CBF

Esportes

More Articles

Saúde & Bem Estar

More Articles

Tecnologia

More Articles