MMA Feminino. Quando e onde começou?

A História do MMA feminino começou nos anos 90, As mulheres alcançaram no MMA um posto invejado em muitos esportes no planeta. Dificilmente você vê preliminares masculinas antecederem um evento principal feminino.

No MMA as mulheres alcançaram isto na maior organização em atividade no momento. Diversos cards do UFC, inclusive os principais shows, são encabeçados por mulheres. Agora vamos conhecer um pouco da história das mulheres no esporte.

História do MMA Feminino começou no Japão

Combate entre mulheres já existiam no Japão desde o começo dos anos 90. Mas a maioria deste eventos era composto de lutas de wrestling e Kickboxing. O primeiro evento de MMA 100% feminino foi o Smackgirl, no começo dos anos 2000. Outros eventos no começo do esporte no Japão foram:  Ladies Legend Pro-Wrestling, ReMix , U-Top Tournament, K-Grace, e AX.

Os Estados Unidos demoraram para aceitar o esporte para as mulheres. A história do MMA feminino nos Estados Unidos começou com um IFC 4, com a luta entre Becki Levi e Betty Fagan.
Outros eventos tinham lutas esporádicas entre mulheres, mas nenhum investia no segmento.

O próprio Dana White relutou quase 20 anos para incluir as mulheres no UFC. Hoje em dia Ronda Rousey é a segunda atleta mais bem paga do evento, apenas atrás de Connor McGregor. Cris Cyborg e Gina Carano foram as primeiras estrelas do esporte entre as mulheres. Cris até hoje é considerada a melhor atleta do MMA.


Ronda, mesmo perdendo seu cinturão, é a grande responsável pelo crescimento do esporte entre as mulheres. Uma luta entre Ronda e Cris é um grande sonho de todos os fãs do esporte.

 


Fonte: Venum