Cenipa vai investigar causas do acidente aéreo em São Paulo

Como o helicóptero não possuía autorização para transporte de passageiros, a Anac também abriu processo administrativo

 
Investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) do Comando da Aeronáutica vão recolher informações sobre o acidente com o helicóptero que matou o piloto Ronaldo Quatrucci e o jornalista Ricardo Boechat nesta segunda-feira (11), em São Paulo.

Os primeiros passos para identificar as causas do acidente foram o registro fotográfico da cena, retirada de destroços do helicóptero e tomada de depoimentos de testemunhas. A ideia é que as informações coletadas possam gerar conhecimento para a prevenção de outros acidentes em condições parecidas.

Passageiros
Ao mesmo tempo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu um processo administrativo para apurar o uso do helicóptero na ocasião do acidente. A empresa dona do helicóptero não tinha autorização para realizar viagens de táxi aéreo.

De acordo com a Anac, a aeronave deveria ser usada apenas para prestar serviços de "aerofotografia, aeroreportagem, aerocinematografia, entre outros do mesmo ramo". A documentação de manutenção da aeronave e a licença do piloto, porém, estavam em dia.

 

 

 

 

 


Fonte: Governo do Brasil, com informações do Anac e FAB

Notícias, Dicas & Informações de Santa Catarina

More Articles

Curiosidades da história

More Articles

Tecnologia

More Articles