Apple atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado

Gigante da tecnologia se torna a primeira empresa privada do mundo a chegar a essa marca. Cerca de duas décadas atrás, companhia estava à beira da falência e tinha ações negociadas a menos de 1 dólar.

Aumento do preço de iPhone X ajudou Apple a bater recorde

A Apple se tornou nesta quinta-feira (02/08) a primeira empresa privada a alcançar um valor de mercado de 1 trilhão de dólares, ultrapassando outras gigantes do setor de tecnologia como Amazon, Alphabet (matriz do Google) e Microsoft. O recorde foi registrado em Wall Street

Impulsionada pelos seus resultados do trimestre mais recente, a firma viu seu valor disparar quase 6% na quarta-feira, e nesta quinta-feira seus títulos superaram ligeiramente a barreira de 207,05 dólares (+2,40%), o que levou ao recorde.

A Apple anunciou na terça-feira, já após o encerramento do mercado, que o seu lucro trimestral subiu mais de 30% para 11,5 bilhões de dólares, sobretudo graças ao aumento do preço de venda dos iPhone.

Embora no terceiro trimestre a empresa tenha vendido 41,3 milhões de unidades de iPhone, quase as mesmas que nesse mesmo período de 2017, o faturamento do produto aumentou para 29,906 bilhões de dólares, muito acima dos 24,846 bilhões de dólares anteriormente.

O preço médio dos telefones nestes últimos três meses subiu para 724 dólares, principalmente pelo modelo iPhone X, que nos Estados Unidos está à venda a partir de 999 dólares.

Fundada há 42 anos, a empresa tem um histórico de altos e baixos. O recorde atual parecia inalcançável em 1997, quando a Apple esteve à beira da falência e suas ações eram negociadas por menos de 1 dólar. A recuperação ocorreu com a volta de seu cofundador Steve Jobs como presidente interino.

Jobs lançou produtos populares como o iPod e o iPhone, que impulsionaram a empresa. Na última década, a Apple tornou-se uma potência global em comunicação e entretenimento.

Após a morte de Jobs, em 2011, Tim Cook assumiu a diretoria executiva da Apple e dobrou os lucros da empresa. Entre os desafios enfrentados por Cook esteve o desenvolvimento de um novo produto que reproduzisse o sucesso do iPhone, cujas vendas diminuíram nos últimos anos.

Embora tenha chegado à frente na corrida com seus rivais no mercado dos EUA, a Apple não é a primeira empresa do mundo a valer 1 trilhão de dólares. Há 11 anos, em 2007, a maior petrolífera chinesa, a semiestatal PetroChina, já tinha conseguido o feito na Bolsa de Xangai, mas logo viu seu valor de mercado despencar.

 

 

 

 

 

 


fonte: DW
CN/lusa/efe/ap/rtr