Astronauta americana volta à Terra após recorde feminino no espaço

Christina Koch, da Nasa, encerra missão de 328 dias na Estação Espacial Internacional, a mais longa já realizada por uma mulher. Em outubro, ela protagonizou a primeira caminhada espacial exclusivamente feminina.

Austronauta Christina Koch em seu retorno à Terra nesta quinta-feira

Após mais de dez meses em órbita, americana retornou à Terra nesta quinta-feira

A astronauta americana Christina Koch, que passou quase 11 meses em órbita no mais longo voo espacial já realizado por uma mulher, aterrissou no Cazaquistão nesta quinta-feira (06/02), com dois outros colegas tripulantes da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

A cápsula Soyuz chegou à Terra transportando Koch, da Nasa, o comandante da ISS, Luca Parmitano, da Agência Espacial Europeia, e o russo Alexander Skvortsov, da agência espacial russa, a Roscosmos. Parmitano e Skvortsov ficaram 201 dias no espaço, enquanto Koch passou 328 dias.

Segundo oficiais russos que participaram do resgate dos astronautas nesta quinta-feira, os três estavam em boa forma. Após exames médicos preliminares, eles deverão retornar aos seus países.

Esta foi a primeira viagem da astronauta americana ao espaço. Durante a missão, ela forneceu a pesquisadores informações sobre os efeitos de uma viagem ao espaço de longo prazo numa mulher. A pesquisa é considerada importante já que a Nasa, a agência espacial americana, quer voltar à Lua com o programa Artemis, além de se preparar para a exploração de Marte por humanos.

À direita da foto, astronauta americana Christina Koch mostra, sorridente e vestindo camiseta azul-marinho, uma impressora 3D em meio ao aparato e à fiação aparentes da Estação Espacial Internacional (ISS)
Christina Koch passou 328 dias no espaço

Com a estadia, Koch, de 41 anos, estabeleceu um novo recorde que superou o da veterana da Nasa Peggy Whitson, que havia passado 289 dias ininterruptos no espaço.

Apenas quatro astronautas homens ficaram mais tempo no espaço do que Koch. Valeri Polyakov, com 437 dias, é o cosmonauta com o maior período longe da Terra. Na Nasa, Scott Kelly detém a liderança com 340 dias.

Além de bater o recorde de permanência feminina no espaço, em outubro do ano passado Koch protagonizou, juntamente com sua colega da Nasa Jessica Meir, a primeira caminhada espacial exclusivamente feminina. À agência Associated Press, Koch disse que esse foi o ponto alto de sua missão no espaço e que poderia "servir de inspiração para futuras exploradoras do espaço".

Pouco antes de voltar à Terra, a astronauta disse à rede de televisão NBC que vai sentir falta da gravidade zero a bordo da ISS. "É muito divertido estar num lugar onde você pode pular entre o chão e o teto quando quer."

Koch cresceu em Jacksonville, no estado da Carolina do Norte, no leste dos Estados Unidos. Atualmente, ela vive em Galveston, no Texas.

 

 

 

 


fonte: DW
RK/ap/afp

Curiosidades da história

More Articles