Foguete mais potente do mundo é lançado com carro a bordo

Foguete jumbo, da SpaceX, transporta em lançamento de teste Tesla Roadster vermelho, que pertence a Elon Musk. Empresa pretende usar Falcon Heavy em futuras missões tripuladas à Lua e a Marte.

Lançamento de foguete Falcon Heavy
Foguete foi lançado em Cabo Canaveral, na Flórida

A empresa SpaceX lançou com êxito nesta terça-feira (06/02) o foguete jumbo Falcon Heavy, considerado o mais potente do mundo, com um carro a bordo. O lançamento de teste ocorreu no Centro Espacial Kennedy da Nasa, localizado em Cabo Canaveral, na Flórida.

O Falcon Heavy, com 70 metros de altura e capacidade de transportar mais de 66 toneladas, decolou às 15h45 (hora local) da plataforma LC-39A, a mesma da qual partiram os foguetes das missões Apollo com destino à lua entre 1961 e 1972.

Milhares de pessoas acompanharam no local o lançamento, que foi adiado por mais de duas horas devido ao vento, e comemoraram o sucesso da operação. O foguete transporta na viagem teste um carro elétrico Tesla Roadster vermelho. O presidente da SpaceX, Elon Musk, também comanda a fabricante de automóveis.

Tesla Roadster vermelho com Starman foi transportado no foguete

Dois minutos e meio após a decolagem, os dois foguetes laterais se separaram, e 30 segundos depois a cápsula com o Tesla Roadster e com o boneco Starman ao volante se afastou do terceiro projétil e ficou descoberto. Uma das principais preocupações de Musk se centrava no minuto seguinte ao lançamento, quando o foguete suportou a maior pressão aerodinâmica.

O Tesla Roadster, que pertence ao próprio Musk, é o primeiro carro lançado no espaço e será enviado numa órbita similar à trajetória necessária para uma viagem a Marte. No entanto, somente após algumas horas será possível saber se o movimento foi bem-sucedido.

O custo de uma missão do Falcon Heavy é de 90 milhões de dólares. A capacidade de carga do foguete varia entre 66 toneladas se o destino for a órbita da Terra ou 17 toneladas se for Marte. A SpaceX quer usar o foguete jumbo para transportar satélites mais pesados para o espaço e até, no futuro, seres humanos em missões tripuladas à Lua e a Marte.

O sucesso do teste foi fundamental para a SpaceX que disputa com algumas concorrentes contratos lucrativos com a Nasa, empresas de satélites e o Pentágono.

 

 

 


fonte: DW
CN/efe/lusa/rtr/afp

Santa Catarina

More Articles

Tecnologia

Esportes

Games

Saúde & Bem Estar

More Articles

Curiosidades da história

More Articles