Os melhores selos "made in" do mundo

O portal alemão de estatísticas Statista fez uma pesquisa com 43 mil consumidores em 52 países para apurar que produtos têm a melhor imagem internacional.

Alemanha
O selo "made in Germany" é o favorito dos 43 mil consumidores questionados em 52 países. Nas categorias "qualidade" e "segurança", os produtos alemães hoje são número 1 em 13 países. "Made in Germany" obteve 100 pontos na classificação. Veículos e autopeças, máquinas e produtos químicos são os principais produtos de exportação.

Suíça
Com 98 pontos e favorita nas categorias "símbolo de status" e "autenticidade", a Suíça ficou em segundo lugar. Seus principais itens de exportação são produtos farmacêuticos, máquinas industriais, instrumentos de precisão e relógios.

União Europeia
O selo "made in EU", para países da União Europeia, existe desde 2003. Graças à boa reputação do bloco, o selo de produtos feitos na UE goza de prestígio no exterior. Com 92 pontos na classificação geral, ficou em terceiro no ranking.

Reino Unido
Com 91 pontos, os produtos do Reino Unido se classificaram em quarto lugar na preferência dos consumidores internacionais. Cerca de 40% das exportações britânicas são da área de serviços.

Suécia
Em quinto lugar, com 90 pontos, estão os produtos fabricados na Suécia. Os principais produtos de exportação vêm da indústria madeireira, de celulose e de papel. Seguem-se a indústria de transformação (carros, eletrônicos, produtos farmacêuticos e tecnologia de defesa) assim como a de tecnologia da informação, biotecnologia e energia renovável.

Canadá
O Canadá, com 85 pontos, ficou em 6º na pesquisa. O país tem a terceira maior reserva de petróleo do mundo, por isso, as principais exportações do Canadá são recursos energéticos e energia elétrica, minerais e produtos metalúrgicos e químicos, além de produtos agrícolas, da pesca e florestais. Os produtos canadenses se destacaram nas categorias "sustentabilidade " e "produção justa".

Itália
Os produtos feitos na Itália foram destacados na categoria "design". Na classificação geral, receberam 84 pontos e ficaram em sétimo lugar. Além de carros, motos e barcos, o país exporta têxteis e calçados além de vinhos e alimentos.

Japão, França e EUA
Primeiro colocado no quesito "tecnologia de ponta", o Japão recebeu 81 pontos e ficou empatado em oitavo lugar com a França e os Estados Unidos.

Noruega e Finlândia
Enquanto o setor econômico mais importante da Noruega é a indústria de petróleo e gás, que perfaz 60% do volume de exportações, na Finlândia, 70% das exportações são feitas pelas indústrias madeireira e de papel, e indústrias química, metalúrgica e eletrônica.

Brasil
O "made in Brazil" ficou em 30º lugar, junto com Argentina, com 42 de 100 pontos possíveis. A Colômbia e o Chile dividem a 35ª posição (39 pts), enquanto Peru e México ficaram em 37º (37 pts). A China ficou em 49º, com 28 pontos. O Irã é o lanterna, em 50º, com 27 pontos.

veja também: 1877: "Made in" como selo de qualidade

 

 

 

 

 


fonte: DW

Tecnologia

More Articles